Portada del sitio > Área Internacional > OTROS IDIOMAS > Portugues > #Yosoy132 e organizações repudiam detenções durante manifestação de protesto na (...)

#Yosoy132 e organizações repudiam detenções durante manifestação de protesto na posse de Peña Nieto

Martes 4 de diciembre de 2012, por Comité Cerezo México

No último sábado (1º) o México foi palco de duas importantes ações opostas: por um lado, o Congresso assistia à posse do novo presidente do país, Enrique Peña Nieto, do Partido Revolucionário Institucional (PRI), e por outro, manifestantes contrários à eleição do candidato priísta saíam às ruas para protestar ao que chamam de "imposição”. O resultado disso foi um confronto entre manifestantes e polícia, que acabou na detenção de mais 90 pessoas, segundo noticiaram veículos locais. Uma lista do Comitê Cerezo indica que mais de 70 pessoas foram levadas para a prisão.

Indignados com a ação violenta da polícia, que é acusada de praticar detenções arbitrárias, o movimento juvenil #YoSoy132 realizou ontem (3) a Marcha pelos detidos sob o lema "Protestar não é um delito. Se tocam a um, nos tocam a todos", no Zócalo Capitalino. Notícias dão conta de que aproximadamente duas mil pessoas participaram dessa marcha.

No domingo (2), a Assembleia #YoSoy132 da Faculdade de Ciências Políticas e Sociais (FCPeS) da Universidade Nacional Autônoma do México, UNAM, divulgou uma nota de repúdio à repressão policial de sábado, praticada pelas forças de segurança e pelo governo do Distrito Federal. O movimento afirma que houve um uso excessivo da força nas imediações do Congresso e do Centro Histórico da Cidade do México "frente às formas de manifestação pacíficas realizadas por alunos da FCPeS, onde claramente foram violados seus direitos à liberdade de manifestação”.

A Assembleia #YoSoy132 também mostrou preocupação com a detenção de cinco estudantes e exigiu que as autoridades esclareçam o motivo destas prisões, assim como transparência no processo ao qual serão submetidos. Para o movimento estudantil, não há provas que incriminem estes estudantes de atos ilícitos, e os únicos atos exercidos por eles foram de "livre expressão e exercício do direito à manifestação”.

Organizações civis mexicanas também se declararam sobre o caso anunciando estarem ‘alertas’ pelas violações aos direitos humanos ocorridas contra os manifestantes, no sábado. "Pudemos constatar múltiplos abusos nas detenções das e dos manifestantes com a finalidade aparente de reprimir não apenas a comissão de delitos, como o legítimo direito ao protesto social que possuímos todas e todos os cidadãos deste país”, expressaram.

Para as organizações, assim como para o movimento #YoSoy132, existem indícios de que houve provocadores de grupos anarquistas que se infiltraram na manifestação para causar tumulto.


Ver en línea : #Yosoy132 e organizações repudiam detenções durante manifestação de protesto na posse de Peña Nieto

¿Un mensaje, un comentario?

¿Quién es usted?
Añada aquí su comentario

Este formulario acepta los atajos de SPIP, [->url] {{negrita}} {cursiva} <quote> <code> y el código HTML. Para crear párrafos, deje simplemente una línea vacía entre ellos.